Hoje é dia de homenagear São João

Publicado em 24/06/2024

Uma das maiores tradições populares do Norte do país, o banho de cheiro é um dos símbolos da festa junina. No bairro do Jurunas, em Belém, a tradição soma mais de cinco décadas e vem acompanhada de uma programação que contempla orações e missa, além de uma festa profana. Os eventos ocorrem na passagem Marcílio Dias e encerram nesta segunda-feira, 24, com o derrubamento do mastro e uma novena, no dia em que se celebra São João.

São 1.500 litros divididos em três caixas d’águas contendo cerca de 12 tipos de ervas e óleos essenciais diversos. Priprioca, catinga de mulata, patchouli, manjericão e alecrim são algumas das plantas usadas nos banhos. O ritual, de acordo com a crença popular, é feito para trazer fartura, felicidade e outros benefícios.

RELACIONADAS:

Festas juninas atraem milhares de espectadores em BelémConheça o banho de ervas para dar sorte na Quina de São JoãoSão João de Marituba terá seis dias de festa

O vendedor Ronaldo Brito, 58, aprendeu com o pai, que já é falecido, a fazer o banho de ervas. “Foi uma herança que meu pai deixou porque era ele quem fazia o banho todos os anos. A gente aprendeu a fazer e agora ensina as futuras gerações porque é uma tradição que já tem 58 anos. É um tempo que a gente reza, mas também tem a diversão porque São João é um santo festivo”.

A preparação é feita três meses antes, quando os organizadores da festa encomendam as ervas na Ilha das Onças. Eles planejam as comidas, bebidas, os eventos religiosos e a festa de encerramento. A rua fica colorida com as bandeirinhas e repleta de sons. Este ano, a programação começou no último dia 10, sendo que no dia 24, em todos os meses do ano, são feitas novenas dedicadas a São João.



Quer ler mais notícias sobre o Pará? Acesse o nosso canal no WhatsApp!

A iniciativa no bairro do Jurunas começou a partir da devoção de três irmãs oriundas de Abaetetuba, no nordeste paraense. Maria Izabel, Maria Waldomira e Maria da Conceição se dedicaram a prestar homenagens a São João. Ao se mudarem para a capital paraense, elas deram continuidade aos festejos passando o conhecimento das ervas e a religiosidade a filhos e netos moradores da passagem Marcílio Dias.

Hoje, os familiares delas mantêm os costumes, e introduzem novas práticas, sendo uma delas a realização de missas, inclusive com a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré ao local, denominado de Terreiro das Três Marias.

Doracy dos Santos, 56, é pedagoga. Ela é uma das netas que têm passado à frente as práticas religiosas. “No início, era um poço que tinha atrás de casa, onde costumávamos nos banhar. Antes eram os filhos e netos, com o tempo a família cresceu e passamos a fazer na frente de casa até tomar conta da vila toda. Depois de algum tempo, vieram pessoas de outras localidades, além de vizinhos, amigos e parentes”.

Há dez anos, o levantamento do mastro foi inserido na festa por Manoel Raimundo, tio de Doracy. “Ele trouxe essa ideia lá de Curralinho e a partir disso, sempre fazemos. No mastro são colocadas frutas como símbolo de fartura e de bênçãos pela colheita, e quando a gente faz o derrubamento do mastro, algumas das frutas são aproveitadas e as pessoas fazem uma competição para se tornar o novo padrinho ou madrinha do mastro, que é a pessoa que ficará responsável pela confecção de uma bandeira do santo no ano seguinte”, explica Doracy dos Santos.

Igreja Católica celebra São João

A Igreja Católica celebra São João Batista, que dá nome à festividade junina e é celebrado neste dia 24 de junho. Na Arquidiocese de Belém as festividades são realizadas em Icoaraci e na Cidade Velha .

No Santuário São João Batista e Nossa Senhora das Graças (Praça São Pio XII, Icoaraci) a festividade ocorre desde o dia 15 até este 24 de junho, com o tema: “São João Batista, a voz que se eleva Deus”, e conta diariamente com adoração, novena às 18h30 e missa às 19h30, presidida por padres convidados, arraial com comidas típicas e atrações culturais.

No dia do padroeiro, 24 de junho, a programação começa às 8h30, com visita da Imagem de São João ao Mercado Municipal de Icoaraci. À noite, às 18h terá adoração e às 19h, Santa Missa em comemoração ao 1° aniversário do Santuário e em honra ao padroeiro, presidida por Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano de Belém.

Na Igreja de São João (Rua João Diogo – Cidade Velha), capela da Catedral de Belém, a festividade ocorre entre 20 a 24 de junho, com tema “São João Batista, o nascimento que enche de alegria”. Todas as noites têm venda de comidas e atrações culturais depois da missa.

Nesta segunda-feira (24), dia de São João, terá missa às 7h, presidida por Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo de Belém, e às 18h, a missa será presidida por Monsenhor Agostinho Cruz, Cura da Catedral e Vigário Geral da Arquidiocese de Belém. Em seguida ocorre procissão com a Imagem de São João pelas ruas próximas à Igreja. (Assessoria da Arquidiocese de Belém)


Leitor opiniões

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *



Hot Classics

Underground radio

Faixa actual

Título

Artista

AO VIVO

Diario In Love

00:00 04:00

AO VIVO

Diario In Love

00:00 04:00